2008/07/02

Mugabe irrita-se e chama «grandes idiotas» aos britânicos

O Presidente do Zimbabwe, Robert Mugabe, irritou-se com «as perguntas estúpidas» de um jornalista da estação inglesa ITN na Cimeira de Sharm El-Sheik, no Egipto. Mugabe afirmou que o Zimbabwe não é uma colónia do Reino Unido e chamou «grandes idiotas» aos britânicos. In publico.pt, 01.07.2008. Imagem: Pedro K.


Baixar o preço da vaselina

Quando o mais importante em Portugal é este terrível problema da larilagem é sinal de que tudo está a correr belamente.

E portanto Ferreira Leite não tem razão.

Agora é preciso baixar o preço da vaselina para nos doer cada vez menos. In fado-alexandrino.blogspot.com, July 02


Comentário

O Fado Alexandrino é um blog delirante. O delírio é interessante, e produtivo (passe a antipatia e até perversidade do termo), se fôr criativo e, sobretudo, se nos impulsionar a olhar para além dele, transcendendo-o (aqui reside a tal "produtividade"). A última frase é nitidamente metafórica e, concomitantemente, investida de uma ironia inteligente. A primeira, brejeira se descontextualizada, vem no seguimento disto:

"Manuela Ferreira Leite disse com muita clareza que não há dinheiro para nada.

Nem para TGV’s nem para Alcochetes nem para Mundiais de Futebol, nem para o que quer que venha à cabeça do Homem Providencial.

Como era de esperar os três maiores jornais portugueses dão relevo nenhum.

Perdão, o Diário de Notícias resume tudo a “Ferreira Leite admite discriminar casais 'gay'”." idem


Comentário (anexo)

Não tenho nada contra os gays. Gostos são gostos, desde que não interfiram com a liberdade, a integridade e o bem-estar físico e psíquico dos outros. Freud disse claramente que a homossexualidade é uma perversão mas os "novos tempos" desvalorizaram quase tudo o que Freud disse e escreveu, culturalizando completamente as opções sexuais e afectivas que, aliás, mesmo em Freud não saem da ordem da cultura, apesar da "distorção médica" operada pelo criador da psicanálise (que era um fisiatra) ao pretender que a psicanálise fosse uma "ciência". Fica claro na obra que Freud que a sexualidade humana é basicamente determinada pelos afectos desenvolvidos no crescimento, ou seja, durante a aculturação. No entanto, se (os gays) fizerem lobby, se se auto-discriminarem positivamente em prejuízo de outros e outras mais capazes e competentes, estaremos face a situações inadmissíveis num Estado de Direito, que também faz parte da cultura humana... Se não conseguirem perceber (ou fingirem não perceber) quem é ou não gay e andarem por aí a molestar o descuidado e pacato cidadão, estaremos face a situações que terão de ser previstas aquando da revisão do actual código penal, que visivelmente não presta pois não resolveu, e até agravou, os problemas da justiça em Portugal (foi feito o primeiro estudo sobre o dito que revela isto mesmo).


Alemanha não assinará

Face à quantidade de providênciais cautelares que já entraram no Tribunal Constitucional alemão e face às que ainda darão entrada, o processo de ratificação do Tratado de Lisboa pela Alemanha arrastar-se-à indefinidamente. Como o Presidente da República Checa disse que não dá o equivalente a cinco cêntimos por ele, o Tratado morrerá, naturalmente, na praia. Apesar do(s) optimismo(s) sarkosiano e duro-barrosão...


43,5 milhões de euros em gastos irregulares

Gastos irregulares do Estado com pessoal subiram 61 por cento no ano passado.

As Forças Armadas é uma das áreas onde as Finanças detectarem irregularidades.

A Inspecção-geral das Finanças detectou 43,5 milhões de euros de despesas irregulares com "pessoal e outros" efectuadas desde as áreas da Defesa até à Saúde, um valor que representa uma subida de 61 por cento em relação aos 27 milhões de euros verificados em 2006, noticia hoje o "Correio da Manhã".
...
As auditorias realizadas no ano passado mostram que estas entidades não cumpriram as medidas de contenção de despesas públicas e que figuravam como prioridade do Governo. Em particular, a atribuição de "horas extraordinárias e a assunção de despesas sem a obtenção de cabimento prévio", refere o relatório obtido pelo jornal. In publico.pt, 02.07.2008, 09h20


Alerta!

Enviem o texto escrito no fim para o E-mail indicado. E divulguem, se tiverem duvidas da veracidade consultem este link ou vão ao site da ERSE

http://www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=FIX_COMENTARIOS&id=320248&idCom=9

Esta malta pretende pôr os cidadãos comuns, bons e regulares pagadores, a pagar as dívidas acumuladas por caloteiros clientes da EDP, num total de 12 milhões de euros e, para o efeito, a entidade reguladora está a fazer uma consulta pública que encerra em meados de Julho. Em função dos resultados desta consulta será tomada uma decisão. Esta consulta não está a ser devidamente divulgada nem foi publicitada pela EDP, pelo menos que eu saiba. A DECO tem protestado, mas o processo é irreversível e o resultado desta consulta irá definir se a dívida é ou não paga pelos clientes da EDP. A DECO teme que este procedimento pegue e se estenda a todos os domínios da actividade económica e a outras empresas de fornecimento de serviços (EPAL, supermercados, etc.). Há que agir rapidamente. Basta enviar um e-mail com a nossa opinião, o que também pode ser feito por fax ou carta mas não tenhos os elementos. Peço que enviem o mail infra e divulguem o mais possível, para bem de todos nós cumpridores.

Enviar para: consultapublica@erse.pt

"Exmos. Senhores:

Pelo presente e na qualidade de cidadão e de cliente da EDP, num Estado que se pretende de Direito, venho manifestar e comunicar a V. Exas. a minha discordância, oposição e mesmo indignação relativamente à "proposta" - que considero absolutamente ilegal e inconstitucional - de colocar os cidadãos cumpridores e regulares pagadores a terem que suportar também o valor das dívidas para com a EDP por parte dos incumpridores.

Com os melhores cumprimentos," (recebido por e-mail)

e-mail: criticademusicaATyahooPUNTOfr