2004/07/07

"MESTRE" GERARDO GANDINI E ERNESTO JODOS, PIANISTAS, NO TEATRO SAN MARTIN


Por Lívios Pereyra



Noite de 6. Sala cheia.
Um "histórico" e o cabeça de cartaz. Este foi Jodos, um jovem de talento que re-creou temas, uns mais clássicos que outros, com uma rara inteligência e subtileza. O primeiro parecia Scriabin. Näo: era a re-creaçäo de dois clássicos do jazz.

Gandini, o histórico, tocou com a maestria de quem tem já lastro que faz escola.

Jodos foi claro: ele é o cabeça de cartaz... Que está a ser apoiado e lançado pelo mestre Gandini. Este último apresentou-o como alguém que näo brinca: toca.


Grande recital este que nos salvou das desafinaçöes de um Wagner parido a ferros, que nessa altura estreava no Colón.













e-mail: criticademusicaATyahooPUNTOfr