2009/06/04

Um país medieval

A imprensa portuguesa noticiou na semana passada que, em 2008, houve 41 mulheres mortas pelos respectivos cônjuges e companheiros. Passou sem grande alarido, sem comentários do Governo ou da oposição, nem sequer contou com a opinião dos intelectuais do regime que andam agora muito ocupados com o casamento homossexual. Na verdade, foi uma pequena notícia, dessas que a indiferença da nossa elite leva a que seja enterrada no meio de uma campanha eleitoral para um acto eleitoral em que 60 ou 70% do eleitorado não vai votar. Mas vejamos as coisas. Em termos relativos, Portugal tem mais do dobro de mulheres assassinadas vítimas de violência de género que em Espanha. E possivelmente o número peca por defeito dada a falta de atenção ao tema em Portugal e a verdadeira obsessão que a estatística da violência de género tem tido em Espanha.


O problema

Tudo reside na formaçäo básica! É esta que permite o desenvolvimento de um povo.
...
O problema é a mentalidade e a falta de educacão básica.

Nota: era o grande problema no tempo do Guterres, quando foi feita a entrevista, e não foi resolvido pelos "pedagogos" de serviço. Continua a sê-lo, mas de forma exponencialmente mais profunda e grave, devido à intervenção do actual governo na área da educação, curiosamente um governo do mesmo partido de Guterres... Portugal entrou numa fase de "decadência irreversível", como afirmou José Saramago na famosa entrevista ao jornal La Vanguardia.


Cuba na OEA

SÃO PAULO - Depois de 47 anos mantida fora do grupo, Cuba voltou nesta quarta-feira (3) a integrar a OEA (Organização dos Estados Americanos). O fato ocorreu em Honduras, onde aconteceu a 39ª Assembleia Geral da organização. Segundo o ministro das Relações Exteriores do Equador, Fander Falconi, representantes de todas as nações que compõem o grupo chegaram "a um consenso sobre um texto que não impõe condições" para Cuba retornar à OEA.

O país caribenho fora suspenso da organização em 1962, sob influência dos EUA, quando foi aprovada uma resolução para punir Cuba da acusação de ter recebido armas de países comunistas, como Rússia e China.

"Este é um momento de alegria para todos os latino-americanos (...) muitos de nós não tinham nascido naquele momento e o que esta geração está fazendo é basicamente emendar a história. Aqui temos um desafio de construir uma história diferente", afirmou Falconi.

Representando os EUA no encontro, a secretária de Estado Hillary Clinton foi defendeu que a volta de Cuba para o grupo fosse condicionada a avanços do regime cubano no aumento das liberdades civis e políticas para atender aos critérios democráticos da OEA.

Por sua vez, Cuba declarou que não possui interesse de retornar ao que chamou de "ferramenta dos EUA". Já o Brasil se posicionou diplomaticamente para garantir o fim da suspensão.

Nota: isto é indiscutivelmente muito mais importante para o mundo que o (muito velho) drama de Portugal e dos portugueses. Também isto é importante:

Así, hoy se conocerá dónde ha quedado la hazaña de Geert Wilders, el folclórico candidato de extrema-derecha, autor de un documental contra el islam y quien este año presenta a las europeas, por primera vez, su partido, que podría conseguir cuatro escaños de los 25 holandeses.
...
La representación holandesa en la Eurocámara se parecerá así más a su fragmentado e inestable Parlamento nacional. Entre sus eurodiputados, se quedarán sus miembros más activos, como Sophie in 't Veld, locuaz defensora de la privacidad y quien representa al minúsculo partido izquierdista D-66.


English Translation

Labels: ,

e-mail: criticademusicaATyahooPUNTOfr