2004/11/02

CORONATION ANTHEMS DE HAENDEL POR SIR DAVID WILLCOCKS




Eis uma edição da Columns por cerca de 4 (quatro) euros que pode ser já considerada "a referência" para esta obra. Uma referência tardia pois esta gravação data de 1996 assim como o respectivo "copright" sendo pouco compreensível a chegada a Portugal quase 10 anos depois. Será que só dez anos depois se deixou pôr em causa os tradicionais cd's a 20 euros?! Ou será para manter o atraso médio da chegada da informação a este país (não falemos de formação pois aí o panorama é bem mais dramático...)?
Seja como fôr a data da licença da Amsterdam Classics para a Columns Classics é esse ano de 1996.


Sir David Willcocks dirige dois agrupamentos fabulosos: a Dutch Baroque Orchestra e o Stadsknapenkoor Elburg.


Esta obra para côro e orquestra foi apresentada na Abadia de Westminster em 15 de Outobro de 1727 na coroação de George II. No entanto a crítica no Norwich Gazette data de 14 de Outobro e refere-se ao ensaio geral o que demonstra que na Inglaterra setecentista havia maior liberdade de circulação e informação que no Portugal de hoje. Aconselho-vos a irem aos primeiros arquivos deste "blog". Hão-de perceber. Por enquanto não me apetece ser mais explícito.


Voltando ao que nos interessa pois histórias à portuguesa não são história, Sir David Willcocks é um daqueles músicos a quem já não interessa o dinheiro. Por isso gravou este registo-referência para a Columns, mais uma etiqueta que nos traz os ares libertadores da Europa protestante que Max Weber opunha à Europa católica, obscurantista e atrasada.
A Holanda desencadeou este fenómeno irreversível das edições a preços não especulativos contra toda a indústria discográfica instalada e músicos paradigmáticos imediatamente a ele aderiram. Os grandes músicos ficam e fazem a história. O dinheiro produz imagens que tragiversam a história mas diluem-se na primeira confrontação com obras determinadas pela genialidade. Sempre foi assim, mesmo antes do "império da imagem". Sempre será. Aqui está um universal! AST
















e-mail: criticademusicaATyahooPUNTOfr