2008/12/25

Vespro della Beata Vergine

"Vespro della Beata Vergine", de Claudio Monteverdi, foi apresentada em 23 de Dezembro na Konzerthaus Berlin. Neste concerto organizado pela Berliner Singakademie, esta obra de Monteverdi foi interpretada pela Schola Gregoriana Berlin (partes em canto gregoriano), o Ensemble Sans Souci, o Bassano Ensemble, o Kinder und Jugendchor der Berliner Singakademie e a Berliner Singakademie. Como solistas estiveram Cecile Kempenaers (soprano), Olivia Stahn (soprano), Markus Brutscher (tenor), Thomas Volle (tenor), Tobias Berndt (baixo) e Stefan Q. Drexlmeier (baixo). Tudo dirigido por Achim Zimmermann.

Foi um concerto impressionante, onde a fidelidade aos costumes musicais do tempo do compositor esteve a par com uma grande musicalidade que fez felizes todos os que encheram totalmente a Konzerthaus. Para o excelente resultado contribuiu igualmente a forma inteligente como foi explorada a tridimensionalidade da sala. Isso exigiu um movimento constante dos solistas, dos coralistas, e de um ou outro instrumentista. Dada a disciplina e organização com que tudo foi feito a concentração musical foi salvaguardada.

(kind of...)


Harold Pinter

In 1958 Harold Pinter wrote the following:

"There are no hard distinctions between what is real and what is unreal, nor between what is true and what is false. A thing is not necessarily either true or false; it can be both true and false."

I believe that these assertions still make sense and do still apply to the exploration of reality through art. So as a writer I stand by them but as a citizen I cannot. As a citizen I must ask: What is true? What is false?

Labels: ,

e-mail: criticademusicaATyahooPUNTOfr