2010/01/12

Pais de Maddie McCann tentam afastar polícias

Casal inglês quer evitar que testemunhas confirmem tese de que ocultaram cadáver de Maddie.

Kate e Gerry McCann estão a tentar impedir que os investigadores do caso de desaparecimento da sua filha Madeleine sejam, hoje, ouvidos nas Varas Cíveis de Lisboa, no início do julgamento da providência cautelar que retirou do mercado o livro "A Verdade da Mentira".

O argumento para este pedido apresentado ao juiz, nos últimos dias, prende-se com alegados "vícios" na oposição de Gonçalo Amaral, o ex-investigador da Polícia Judiciária de Portimão e autor daquela publicação, que defende a tese da morte de Maddie e envolvimento dos pais no desaparecimento do cadáver.

Para hoje está prevista a audição de vários elementos da Polícia Judiciária chamados pelo ex-coordenador, que poderão, eventualmente, corroborar a mesma tese. Magalhães e Menezes, procurador do Ministério Público que arquivou o processo, também foi arrolado. jn.pt, 12 Jan

Nota: a estes MacCann nem lhes comprava um carro usado nem deixava ao cuidado deles, por uma noite sequer, um animal de estimação. Não fosse ele desaparecer misteriosamente durante o jantar... O senhor que arquivou o caso deveria ser obrigado a explicar, muito bem explicado, exactamente porque o arquivou.

Labels:

e-mail: criticademusicaATyahooPUNTOfr