2009/10/15

O estágio para a estupidificação continua

Há pouco vi uma "miúda" toda pintada e perguntei-lhe se aquela parvoíce ainda não tinha acabado. É que eu sou da segunda fase, respondeu com ar de "que remédio".

Mais tarde outra disse-me: "ali na cantina velha até puseram os caloiros de gatas".

Eu acho estas práticas um grande mal para o país. Acho que estas práticas criam e estabilizam um credo na autoridade vazia (os "veteranos", expressão militar) que corresponde à essência do credo no grande chefe fascista: obedecer sem questionar. Estas práticas são anti-constitucionais.

Volto a repetir: considero estas práticas um mal maior já que estão a deformar os futuros quadros do país. Considero-as absolutamente inaceitáveis no ensino público, onde os "veteranos" só pagam uma pequenina parte dos custos reais que dão à sociedade. Para grandes males há sempre grandes remédios. É necessário um governo corajoso que acima de tudo ponha os direitos individuais, a liberdade e a democracia, à frente das tradições trogloditas (no Afeganistão a tradição manda apedrejar as mulheres...). Haja coragem!

Labels: , ,

e-mail: criticademusicaATyahooPUNTOfr