2008/05/14

Homenagem a Humberto Delgado

Assinalam-se hoje os 50 anos da apoteótica chegada do General Humberto Delgado ao Porto.

Do programa, consta a inauguração de um estátua da autoria de José Rodrigues na Praça Carlos Alberto e o lançamento do livro «Humberto Delgado. Biografia do general sem medo». in blasfemias.net (Publicado por Gabriel Silva em 14 Maio, 2008)


Como em África

Governo aluga helicópteros a empresa condenada por cartelização

O Governo vai pagar mais de 1,44 milhões de euros pelo aluguer de dois helicópteros médios à Helisul, empresa condenada por cartelização de preços num concurso público para o fornecimento de meios aéreos de combate a incêndios.

Há um mês, a outra empresa do consórcio que tinha sido condenada, a Aeronorte, foi a escolhida para assegurar as ligações aéreas entre Lisboa e Bragança.

Questionado pela TSF sobre o facto do Governo assinar contratos com empresas condenadas pelo próprio Estado, o Ministério da Administração Interna remeteu esclarecimentos para a Empresa de Meios Aéreos (EMA).
...
Pelas contas da EMA, o Estado poupa dois milhões de euros, mas outros especialistas contactados pela TSF consideram tratar-se de uma despesa infundada, já que os meios próprios do Estado, os Kamov, poderiam assegurar todas as operações que vão ser feitas por estes dois helicópteros. in tsf.sapo.pt (07:55, 14 de Maio 08)


Igual à Holanda? Em Portugal?!

O CDS-PP vai propor, esta quarta-feira, no Parlamento, um modelo de autonomia escolar que prevê uma autonomia pedagógica e educativa dos estabelecimentos de ensino semelhante aquele que já existe na Holanda. A maioria socialista vai votar contra.

Em declarações à TSF, o líder parlamentar dos centristas lembrou a experiência holandesa na matéria em que dez pais se podem juntar para abrir uma escola, desde que tenham um projecto e um contrato de autonomia.

«Não é para nós essencial quem é o proprietário da escola. Para nós, é essencial o serviço de educação e formação que é dado aos alunos nas escolas», acrescentou Diogo Feio. in tsf.sapo.pt (08:47 / 14 de Maio 08)

Já se está a ver o resultado. Os pais bem informados, normalmente os das classes financeiramente "desafogadas", ir-se-iam juntar e criar escolas hiper-elitistas. Subsidiadas pelo Estado, claro. Os outros... os pobres dos outros continuariam nas "escolas problemáticas". É que na Holanda não existem as desigualdades económicas e culturais que existem em Portugal. Nesse aspecto (e noutros) Portugal pode comparar-se a África. Nunca à Holanda.

e-mail: criticademusicaATyahooPUNTOfr