2008/05/27

Não estão a dormir

Mário Lino reage com dureza à opinião do ex-Presidente da República sobre a pobreza

«O PS e o governo não estão a dormir, à espera que Mário Soares faça um aviso. Aliás, o Dr. Mário Soares esteve sempre muito atento a estes problemas, por isso concordo que o Partido Socialista tem de estar preocupado com estas situações. É isso que está a acontecer», referiu, considerando que a opinião do ex-Presidente da República «não é um aviso ao Governo». In diario.iol.pt, 27-05-2008, 13:49h

Comentário: este PS e este governo são os principais responsáveis pelo aumento da pobreza em Portugal nos últimos anos e pela amplificação das desigualdades. Portanto devem andar a fazer alguma coisa... Se andam a fazer coisas, e nós sabemos muito bem que sim, como por exemplo dar vistos Shengen a criminosos de guerra, é porque não estão a dormir. Tem lógica!


Somos porreiros, pá!

Afinal, Jean-Pierre Bemba, acusado por crimes de guerra e crimes contra a humanidade pelo Tribunal Penal Internacional, sempre gozou de protecção da Polícia de Segurança Pública (PSP), paga pelos nossos impostos, desde Abril de 2007, altura em que recebe autorização para residir no Algarve (”Público” de hoje). Daniel Oliveira, 27 de Maio

Fahrenheit 27 Mai 2008 às 16:38

Mas qual é a estupefacçao?! Portugal sempre recebeu facínoras, como o amigo de muito boa gente deste país, o senhor “Leopardo”, Mobutu. Tambem era do Zaire/RDCongo… vá-se lá saber porquê… A RDC, enfim um país… próspero para alguns, muito próspero! In arrastao.org


Revoltem-se portugueses!

Enquanto é tempo...

Pedro Castro Diz:
Maio 27, 2008 at 4:54 pm

J.F. tem razão. A avaliação é para os trabalhadores, não para os gestores públicos, directores gerais (comissários políticos) porque estes são uns génios intocáveis. Ao ler a imprensa diária verifica-se que uns quantos “intocáveis”, gerem empresas, a ganhar milhões, sem que as empresas apresentem resultados positivos. É a “casta” que está imune às avaliações porque está protegida pelo centrão, esta simbiose perfeita de PS-PSD quanto se trata de “pilhar” o Estado.
Esta “casta” que dirige Portugal e controla os partidos políticos do centro, vive da corrupção, dos favores, do compadrio e está imune à justiça.
Por sua vez a justiça não funciona com equidade, é dura com os mais fracos e displicente com os mais fortes, permitindo o sentimento de impunidade e de desalento dos portugueses.
Só existe uma solução para esta situação: QUE OS PORTUGUESES SE INDIGNEM E SE REVOLTEM! (nos comentários de educar.wordpress.com)

e-mail: criticademusicaATyahooPUNTOfr